ARRECADAÇÃO FEDERAL CRESCE 2,27% E CHEGA A R$ 118 BILHÕES EM ABRIL

25 de Maio de 2017 | 17:57hs
Imagem [0]

A arrecadação de impostos e contribuições federais chegou a R$ 118 bilhões em abril, com crescimento de 2,27% em relação ao mesmo período de 2016. De janeiro a abril, o total arrecadado ficou em R$ 446,8 bilhões, 0,65% maior que o registrado em igual período do ano passado.

Os dados foram divulgados hoje (25) pela Receita Federal. O crescimento é real, ou seja, leva em consideração a inflação do período medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Consideradas apenas as receitas administradas pela Receita Federal (excluídos outros órgãos), no entanto, o valor arrecadado ficou em R$ 112,5 bilhões em abril, com queda real de 1,3% em relação a abril de 2016. No acumulado de janeiro a abril, o valor arrecadado chegou a R$ 432,4 bilhões, apresentando um decréscimo real de 0,93%.

O recolhimento das receitas federais brasileiras já registrou sucessivas quedas, devido à contração da atividade econômica. O ano de 2016 terminou com queda real de 2,97% do total arrecadado.

No ano passado, a queda no ingresso de receitas federais só começou a desacelerar em outubro, com a entrada de recursos do programa de regularização de ativos, ou repatriação. Em janeiro deste ano, a arrecadação federal cresceu pela primeira vez em três anos, na comparação com o mês anterior.

RIO GRANDE DO NORTE TEM MAIOR FUGA PRISIONAL DA HISTÓRIA DO ESTADO

25 de Maio de 2017 | 17:57hs
Imagem [0]

A maior fuga de prisão da história do Rio Grande do Norte aconteceu nesta madrugada (25). Escaparam 82 detentos, escavando um túnel na Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP). Outros nove homens foram detidos antes de conseguir fugir.

O túnel tinha extensão de 30 metros e foi escavado de dentro do pavilhão 1 até a parte de fora do segundo muro da penitenciária, segundo a Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc) do Rio Grande do Norte. Uniformes usados no presídio – calções azuis e blusas brancas – foram largados perto da saída do túnel.

A Penitenciária de Parnamirim fica no município de mesmo nome, na região metropolitana de Natal. De acordo com a Sejuc, ela está superlotada: apesar da capacidade para 382 presos em dois pavilhões, abrigava 589 detentos.

Assim como a Penitenciária de Alcaçuz, onde ocorreu um massacre de 26 mortos e um motim de 14 dias neste ano, não existem grades nas celas desde 2015, o que permite que a população carcerária circule livremente pelos pavilhões. As grades foram arrancadas pelos presos em 2015, em uma rebelião. Até agora, a fuga de 56 detentos ocorrida durante o motim de janeiro em Alcaçuz havia sido a maior da história do estado.

A Sejuc informou que um dos pavilhões já foi esvaziado para reforma e colocação das grades, e que abriu sindicância para investigar as circunstâncias da fuga. O efetivo da penitenciária também foi reforçado com agentes do Grupo de Operações Especiais (GOE), ligado à secretaria.

CÔNSUL ANGOLANO DIZ QUE PAÍS COMEMORA DIA DA ÁFRICA COM EXPECTATIVA PARA ELEIÇÃO

25 de Maio de 2017 | 17:56hs
Imagem [0]

Marcada por quase 30 anos de guerra civil, Angola, na região ocidental da África, conheceu a paz em 2002 e ainda caminha para a construção da democracia. Com 24 milhões de habitantes, Angola vive no momento o período de campanha eleitoral, com eleições marcadas para o próximo dia 23 de agosto.

Desde 1979, o país é comandado pelo presidente José Eduardo dos Santos, do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA). Durante três décadas de guerra civil, o partido dominante foi ameaçado diversas vezes pela União Nacional para a Independência Total de Angola (Unita), mas não deixou o poder. O presidente venceu as eleições de 1992, cujos resultados não foram reconhecidos pela Unita, o que desencadeou mais 10 anos de conflito. Após o fim da guerra, o MPLA venceu as eleições legislativas em 2008 e as eleições gerais de 2012.

Hoje (25), data em que se comemora o Dia da África, o cônsul-geral de Angola em São Paulo, Joaquim Augusto Belo Barroso Mangueira, disse à Agência Brasil que para seu país a comemoração tem ainda mais significado este ano pela proximidade das novas eleições. “Este dia para nós é muito importante, sobretudo neste momento de vésperas das eleições. Os objetivos da União Africana, que, resumindo, primam pela liberdade e defesa da população, estão simbolizados neste processo eleitoral, cujo objetivo são os partidos mostrarem seus programas de melhoria das condições de vida.

O Dia da África e a Semana da África, de 26 a 28 de maio, são celebrados anualmente pelas Delegações Africanas Permanentes perante a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e visam aumentar a visibilidade da África, destacando a diversidade de seu patrimônio cultural e artístico.

ENQUANTO PERMANECER COMO ALVO, TEMER NÃO TERÁ TRÉGUA DA MÍDIA

25 de Maio de 2017 | 16:41hs
Imagem [0]

Já escrevi aqui sobre um conselho que daria ao presidente Michel Temer. Isso é, se ele fosse dado a conselhos.

Sair antes que não reste nem os ossos.

A mídia tem foco: a queda de Temer. E só vai sossegar quando conseguir o resultado final.

Enquanto Temer resistir, mais será o investigado, mais será alvo.

Uma notícia hoje deixa bem claro isso.

A PGR abriu investigação contra desvios de recursos num esquema envolvendo o presidente da República que teria desviado dinheiro dos Portos.

Foi a JBS, agora os Portos. Enquanto Temer resistir, outros virão.

DE DIA A FAVOR DE TEMER, DE NOITE ARTICULAM SUA QUEDA

25 de Maio de 2017 | 16:35hs
Imagem [0]

Até os ratos em Brasília estão confabulando sobre a queda de Michel Temer.

Os partidos aliados do Governo se reúnem de dia para dar sinais de defesa de Temer e à noite para discutir sua queda.

Enquanto Temer acha que ainda tem um fio de esperança, nos intramuros são produzidas pedras para seus sapatos.

Em algum momento alguém vai ter que ir colocar o guizo no gato

OS ENCONTROS E DESENCONTROS DOS DOIS LADOS

25 de Maio de 2017 | 16:34hs
Imagem [0]

Vazamento de delação.

Investigação seletiva.

Escuta ilegal.

Judiciário acusado de militância política.

Os dois lados nos diálogos dos surdos agora se revezam em fazer acusações contra atos falhos que põem em xeque as investigações da Lava-Jato.

O mal que cerceava um, agora cerceia o outro. Cada um ao seu tempo foi de acusador a vítima.

Os dois têm algo em comum.

Mas continuam sem falar a mesma língua.

AOS POUCOS RODRIGO MAIA VAI SENDO O NOME DE CONSENSO PARA O PÓS-TEMER

25 de Maio de 2017 | 09:18hs
Imagem [0]

Rede Globo deu o aval em editorial.

Os grandes empresários do País, através de consulta nos últimos dias, também dão aval.

Maioria dos partidos na Câmara idem.

RODRIGO MAIA COMO O SUBSTITUTO DE MICHEL TEMER

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, seria o nome com maior consenso em torno de si para suceder a Temer na travessia da crise.

Independentemente de ser investigado na Lava-Jato.

Maia é a garantia que as reformas continuarão a tramitar no Congresso sem atropelos. E que o rolo compressor sobre as esquerdas será mantido.

Maia é a garantia de que não entregará os congressistas acusados de corrupção à própria sorte.

Maia é o nome.

E ele sabe disso, Por isso, vai fritar Michel Temer daqui a pouco.

O BRASIL PROCURA UM SALVADOR DA PÁTRIA, MAS AS VEZES CORRE O RISCO DE ENCONTRAR UM TIRANO

25 de Maio de 2017 | 08:46hs
Imagem [0]

Todos os políticos do País e a população em geral está se fazendo a seguinte pergunta:

Quem seria a pessoa, acima de qualquer suspeita, que tenha aprovação da maioria e que tenha hoje as condições necessárias para reerguer o Brasil?

Estão todos em busca do salvador da pátria. Ao que parece esse nome não existe.

Mas existe um grande risco.

Quando se procura um salvador da pátria, há o risco de surgir o lobo em pele de cordeiro.

Invés do salvador, um tirano.

A história tem nos mostrado que nessa situação que se encontra o País, conflagrado, é o momento oportuno para o surgimento dos tiranos.

Fiquemos atentos.

COLUNISTA DIZ QUE TEMER FOI PEDIR SOCORRO A REDE GLOBO E OUVIU QUE ELE DEVE RENUNCIAR

25 de Maio de 2017 | 08:37hs
Imagem [0]


mônica bergamo

Moreira Franco reclama de cobertura da Globo em reunião com Marinho.

Moreira Franco, secretário-geral da Presidência e um dos mais próximos assessores de Michel Temer, pediu um encontro com João Roberto Marinho, do Grupo Globo. Os dois conversaram na segunda (22), no Rio.

LINHA RETA
Moreira está preocupado com o tom do noticiário da imprensa, e em especial da TV Globo. A conversa transcorreu em tom ameno. Mas Moreira Franco ouviu que a emissora continuará a fazer jornalismo. E que o posicionamento da empresa, pela renúncia de Temer, foi expresso em editorial.

BARCA FURADA
Pesquisas e sondagens feitas pelo governo federal na internet mostram que a situação de Temer nas redes piora a cada dia. Os antigos defensores do governo entre os chamados formadores de opinião sumiram, salvo raras exceções.

SEM FUNDO
Pesquisas que chegaram ao governo mostram que Temer tem hoje cerca de 5% de avaliação positiva. Em algumas regiões metropolitanas do Nordeste do país, segundo outras sondagens, ele despencou para 1%.

ATÉ QUANDO
Sondagens feitas com formadores de opinião, como empresários e executivos, também revelam descrença cada vez maior na continuidade do governo.

POR POUCO
No Congresso a situação segue tensa. O placar da votação da leitura da reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Econômicos, aprovada por 11 a 9, leva o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), relator da matéria, a acreditar que o governo possa ser derrotado na próxima semana, quando se discutirá o mérito da proposta.

LADO B
"Ao mesmo tempo em que aprovamos propostas importantes para o país, damos sobrevida a um governo insustentável", diz Ferraço, explicando o desconforto dos senadores nas votações.

PGR PODE ABRIR NOVA LINHA DE INVESTIGAÇÃO CONTRA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

25 de Maio de 2017 | 08:29hs
Imagem [0]

Mais um esquema de corrupção envolvendo Michel Temer e o deputado afastado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) — o homem da mala do peemedebista, flagrado recebendo R$ 500 mil da JBS por indicação de Temer — será investigado pela PGR (Procuradoria-Geral da República).

Rodrigo Janot deve pedir a abertura de um novo inquérito contra dupla; agora, a suspeita é de tráfico de influência para beneficiar a Rodrimar, empresa que opera no porto de Santos e foi alvo de buscas da Polícia Federal na semana passada; Temer foi gravado quando dava informações ao aliado sobre um decreto que ele assinaria seis dias depois.

A medida beneficiaria concessionárias de portos, que tiveram suas concessões renovadas por 35 anos, sem licitação; a conversa interceptada pela PF ocorreu em 4 de maio, quando Loures ligou para o Planalto e foi atendido por Temer. O telefone do deputado afastado estava grampeado com autorização judicial.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br