TEMER VAI APROVEITAR RECESSO NA CÂMARA PARA "CONVENCER" DEPUTADOS

17 de Julho de 2017 | 10:11hs
Imagem [0]

Uma das coisas que Michel Temer é especialista é negociar apoio. Mestre no assunto.

Esse tempo que o Governo tem até a votação do pedido de autorização para julgamento de Temer no STF, previsto para ser votado em 02 de agosto, Temer vai conversar com os indecisos.

Já estão agendadas conversas com pelos menos 80 parlamentares.

Sempre lembrando que é a oposição que tem que conseguir 2/3 dos votos da Câmara, 342 votos, o necessário para aprovar o pedido.

Meu pensamento é que Temer dificilmente perderá essa. Exceto se um fato novo relevante surgir até lá.

Penso assim porque a maioria dos deputados são de fácil convencimento. Eles tem o que Temer quer e Temer tem o que eles desejam. Simples assim.

TIÃO E DICKSON DISCUTEM SOBRE NOVAS IDEIAS PARA REORGANIZAR O RN

15 de Julho de 2017 | 08:27hs
Imagem [0]

O deputado estadual Albert Dickson (Pros) disse na tarde de ontem ao empresário Tião Couto que simpatiza e está disposto a integrar o movimento das classes produtivas do Rio Grande do Norte que demonstre ideias novas para reorganizar o Estado.

A reunião entre Tião e Dickson ocorreu na tarde de ontem (14) em Mossoró e contou também com as presenças da vereadora natalense Carla Dickson e dos empresários Jorge do Rosário e Marcelo Rosado.

Tião fez uma exposição sobre o movimento que  vem contando a cada momento com novos apoios e que pretende realizar no segundo semestre encontros temáticos para discutir alternativas de desenvolvimento para o Estado.

“Temos todo o interesse em apoiar este movimento até mesmo porque fazemos política com esta mentalidade diferente”, disse o deputado.

MICHEL TEMER LIBEROU R$ 134 MILHÕES EM EMENDAS EM TROCA DOS VOTOS NA CCJ

14 de Julho de 2017 | 20:49hs
Imagem [0]

Levantamento da ONG Contas Abertas aponta que o governo federal liberou em junho R$ 134 milhões em emendas parlamentares a 36 dos 40 deputados que votaram a favor do presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Os deputados que votaram contra o presidente tiveram liberados no mesmo mês R$ 66 milhões em emendas (metade do valor dos pró-Temer).

O Palácio do Planalto declarou que as emendas são uma imposição legal e que o governo só está cumprindo a lei.

Nesta quinta (13), depois de recusar por 40 votos a 25 o relatório do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) que recomendava ao plenário o prosseguimento da denúncia de corrupção passiva da Procuradoria Geral da República contra Temer, a CCJ aprovou por 41 a 24 o relatório alternativo do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomenda a rejeição da denúncia.

Emendas parlamentares são recursos previstos no Orçamento, cuja aplicação é indicada pelo parlamentar. Esse dinheiro tem de ser obrigatoriamente empregado em projetos e obras nos estados e municípios. A liberação dos recursos é obrigatória, e o governo tem todo o ano para realizar os repasses.

De acordo com o secretário-geral da ONG, Gil Castello Branco, os R$ 134 milhões liberados em junho representam um valor “absolutamente atípico para o período”.

“Isso não é uma ilegalidade", disse Castello Branco, mas, segundo ele, neste ano o governo concentrou um grande volume de recursos no mês de junho. Antes, afirmou, "não tinha sido empenhado praticamente nada”.

Para efeito de comparação, entre janeiro e maio, o governo liberou, ao todo, pouco mais de R$ 102 milhões a todos os parlamentares. Somente em junho, foram R$ 2,02 bilhões, empenhados para parlamentares de 27 partidos e bancadas estaduais. O partido de Temer, o PMDB, recebeu R$ 284,2 milhões.

“Essa é a expressão em números de que o governo deixa essas liberações às vésperas de votações importantes na tentativa de obter os votos”, declarou Castello Branco.

FONTE: o GLOBO

A DIFERENÇA ENTRE O JUIZ QUE É DISCRETO E O JUIZ QUE ADORA OS HOLOFOTES DA MÍDIA

14 de Julho de 2017 | 20:40hs
Imagem [0]

Mas que danado é essa justiça midiática de que tanto falam? 

Calma, vamos explicar. Um caso bem concreto. 

O Lula foi condenado pelo Moro a 9 anos e meio de prisão. Agora Lula vai recorrer e seu recurso será julgado por uma das turmas do Tribunal Regional Federal da 4ª região, com sede em Porto Alegre. 

A turma que vai julgar o recurso é composta por três juízes. 

Aqui que começa a justiça midiática. 

Esses três juízes agora terão suas vidas expostas, serão chamados para entrevistas, serão chamados para palestras, a mídia vai mostrar a vida íntima deles, suas esposas e filhos, suas sentenças, onde estudaram, o depoimento dos amigos mais próximos, enfim, eles agora serão elevados a condição de superstar. 

Um exemplo foi ontem o Jornal Regional entrevistando o desembargador presidente do Tribunal Regional Federal, Carlos Eduardo Thompson. Ele anunciou que o julgamento acontecerá antes de outubro, a tempo de Lula se tornar inelegível. E induzido pela pergunta do repórter, elogiou a sentença de condenação de Sérgio Moro. Esse já tem vaga garantida no palco.

Para fazer parte do show e ser elevado a condição de herói, precisa dizer o que a mídia militante quer ouvir, tem que fazer o jogo que agrade aos interesses de quem movimenta por trás do palco as marionetes. 

Observem de agora em diante o que este blog está alertando agora. 

Deste espetáculo podem emergir dois tipos de juízes. O que não aceita ser protagonista do show, rejeita as entrevistas, rejeita o paparico, não emite opiniões sobre o julgamento e proíbe a exposição de sua vida. 

E tem o juiz que topa o enredo, que adora a superexposição e quer ser o astro do show. E cumpre todo o papel que lhe é sugerido. 

Observem e façam seus julgamentos.

GOVERNADOR REAFIRMA A PREFEITOS QUE NÃO FECHARÁ HOSPITAIS

14 de Julho de 2017 | 13:54hs
Imagem [0]

No final da manhã desta sexta-feira (14), o governador Robinson Faria recebeu os prefeitos de Severiano Melo, Dr. Dagoberto Bessa Cavalcante, e da cidade de Caraúbas, Juninho Alves, para reafirmar que não fechará nenhum hospital do Rio Grande Norte, já que ambos estavam apreensivos com essa possibilidade.

“O governo em nenhum momento disse que fecharia qualquer dessas unidades. Muito pelo contrário, fui até Brasília e garanti R$ 150 milhões para trazer melhorias, reformar, reequipar e promover qualidade aos hospitais regionais de todo estado”, ratificou o Chefe do Executivo Estadual.

Para Dr. Dagoberto, a palavra do governador irá tranquilizar a população que estava preocupada com os boatos sobre um possível fechamento.

O governo afirma que o documento assinado com o Ministério Público tem por objetivo avaliar o sistema de atendimento e promover ajustes no perfil das unidades hospitalares do estado dando a elas funções que melhor couberem na sistemática do SUS.

CUNHA ENTREGA ANEXOS E ESTÁ PRÓXIMO DE FECHAR DELAÇÃO

14 de Julho de 2017 | 09:59hs
Imagem [0]

O ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) entregou na sexta-feira à noite os anexos de sua proposta de delação premiada. Isso não quer dizer, entretanto, que ele esteja perto de assinar um acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR).

O material ainda está sendo analisado, mas a expectativa dos investigadores, surpreendentemente, não é das mais otimistas. Cunha e seu ex-sócio Lúcio Funaro buscam meios para sair da cadeia já há algum tempo, mas só recentemente demonstraram de forma concreta a intenção de confessar seus crimes e delatar comparsas. Apenas um deles dois, entretanto, poderá se tornar colaborador da Justiça. Investigadores envolvidos nas negociações da delação garantem: "Por essa porta só vai passar um".

As delações de ambos têm como pano de fundo a segunda denúncia que a PGR apresentará contra o presidente Michel Temer. Prevista para ser encaminhada em agosto ao Supremo Tribunal Federal (STF), a peça acusa Temer de ter obstruído investigações ao ter dado sua anuência pessoal à compra do silêncio de Cunha e Funaro.

DEMORA NA DECISÃO DA CÂMARA, FAZ PLANALTO TEMER OS FATOS NOVOS

14 de Julho de 2017 | 09:40hs
Imagem [0]

A decisão da Câmara dos deputados de só votar em 02 de agosto se autoriza ou não o STF a julgar o presidente Michel Temer, criou vários fatores de risco.

Um deles a favor de Temer. Com a demora, Temer tem tempo para apresentar resultados positivos do governo e se houver normalidade no período, ganhar ares de que é melhor deixar tudo quieto.

Por outro lado, existem fatores para o futuro e que são negativos.

O pior deles é se nesse meio tempo surgem fatos novos como as delações de Lúcio Funaro e Eduardo Cunha. Principalmente Cunha, que é uma bomba relógio.

E não é difícil imaginar que Cunha faça a delação. A PGR, que tem um confronto direto com Temer, está à procura de “bambus” que compliquem o presidente.

Nessa situação, Cunha pode negociar uma delação muito mais vantajosa para ele. Nesse prisma, viria coisa muito pesada contra Temer.

A demora na votação da Câmara  cria um mar de incertezas, no dia a dia, a espera dos fatos novos.

COM MUITAS MANOBRAS E PRESSÕES O GOVERNO DIZ QUE FOI A DEMOCRACIA QUE VENCEU NA CCJ DA CÂMARA

13 de Julho de 2017 | 21:46hs
Imagem [0]

Michel Temer disse que sua vitória na CCJ da Câmara foi uma vitória da democracia e da justiça.

Ora, o cara força os partidos a trocarem todos os deputados membros da comissão que votassem contra ele.

Negocia com todos os que se dão a negociatas com liberação de emendas e cargos em troca do voto a favor.

Coloca fórceps nos partidos aliados e ordena que se feche questão a favor do governo sob pena de perderem os cargos e as benesses.

E no fim das contas, diz ‘ A DEMOCARCIA FOI VITORIOSA”

ROBINSON COMENTA COM ALIADOS QUE ROSALBA ESTÁ BUSCANDO APROXIMAÇÃO

13 de Julho de 2017 | 21:29hs
Imagem [0]

Embora o clima de flerte tenha voltado para a relação entre Robinson Faria e Rosalba Ciarlini, a conversa nos muros palacianos da Prefeitura de Mossoró é que Robinson é o plano C.

Antes dele, existem planos A e B.

Robinson, por sua vez, que já achou que Rosalba era carta fora do baralho, agora já comenta com assessores e aliados que Rosalba está se achegando mais e mais. Com muitos emissários enviados.

ROSALBA NEGA CANDIDATURA, MAS ENCOMENDA PESQUISAS

13 de Julho de 2017 | 21:28hs
Imagem [0]

Enquanto nega qualquer pretensão de deixar o Palácio da Resistência no ano que vem para se candidatar a uma vaga de senadora, a prefeita Rosalba Ciarlini vem mensalmente sendo abastecida por pesquisas que mostram sua performance no Estado.

Pesquisas estaduais contratadas por Carlos Augusto junto ao instituto Gama. E que fizeram Carlos dizer a um interlocutor que a Rosa está recuperando sua imagem no Estado.

Talvez sejam números apenas para matar a curiosidade, uma vez que Rosalba jura que não será candidata em 2018.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br