A VERDADE É APENAS UMA BAIXA COLATERAL NA GUERRA DE FAKE-NEWS ENTRE BOLSONARISTAS E ERQUERDISTAS

11 de Março de 2019 | 14:35hs

É necessário ter muita cautela sobre os julgamentos que estamos fazendo ao ler notícias na mídia, nas redes sociais ou mesmo da boca do nosso vizinho.

Os tempos são sombrios e os interesses escusos.

Nessa guerra, quem mais sofre é a verdade.

Graças a uma reportagem do jornal americano New York Times ficamos sabemos que não foi o Maduro quem mandou tocar fogo nos caminhões com a ajuda humanitária enviada à Venezuela.

Imagens revelam que foram integrantes do grupo que protestava contra o Maduro quem tocou fogo nos caminhões.

Veja bem, esse post não se trata de achar o Maduro legalzinho ou ser a favor ou contra seu governo.

Se trata do assassinato da verdade.

Estamos cheios disso nas nossas redes sociais.

Estamos reproduzimos, enviamos aos amigos e formamos nossa opinião em cima de muitas mentiras.

Só espero que seja por ingenuidade e não porque achamos que nessa guerra, a morte da verdade seja apenas uma baixa colateral insignificante.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

A VERDADE É APENAS UMA BAIXA COLATERAL NA GUERRA DE FAKE-NEWS ENTRE BOLSONARISTAS E ERQUERDISTAS

11 de Março de 2019 | 14:35hs
Imagem [0]

É necessário ter muita cautela sobre os julgamentos que estamos fazendo ao ler notícias na mídia, nas redes sociais ou mesmo da boca do nosso vizinho.

Os tempos são sombrios e os interesses escusos.

Nessa guerra, quem mais sofre é a verdade.

Graças a uma reportagem do jornal americano New York Times ficamos sabemos que não foi o Maduro quem mandou tocar fogo nos caminhões com a ajuda humanitária enviada à Venezuela.

Imagens revelam que foram integrantes do grupo que protestava contra o Maduro quem tocou fogo nos caminhões.

Veja bem, esse post não se trata de achar o Maduro legalzinho ou ser a favor ou contra seu governo.

Se trata do assassinato da verdade.

Estamos cheios disso nas nossas redes sociais.

Estamos reproduzimos, enviamos aos amigos e formamos nossa opinião em cima de muitas mentiras.

Só espero que seja por ingenuidade e não porque achamos que nessa guerra, a morte da verdade seja apenas uma baixa colateral insignificante.

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br